O famoso retorno sobre investimento, que mede os resultados dos esforços empregados em uma divulgação específica, pode tirar o sono de muita agência por aí. A gente ajuda a descomplicar. Quer saber como?

O ROI, a sigla em inglês Return Over Investment, ou retorno sobre investimento, em bom português, é daqueles conceitos que sabemos serem importantes, mas que, muitas vezes, dão uma enorme dor de cabeça. Isso porque, em assessoria de imprensa, os resultados não funcionam no 1 + 1 = 2, o tempo às vezes não conta muito a favor e é preciso equalizar expectativas com resultados para que todo mundo saia satisfeito de uma ação.

Mas, como fazer para que o ROI não tire seu sono? Para que seja mais fácil medir o retorno do investimento dos seus clientes em divulgação? Foi pensando nisso que a gente criou (SIM, É FILHO NOSSO!), lá nos anos 70, criamos a centimetragem, métrica que é utilizada até hoje para a mensuração de espaço publicitário em matérias de jornais e revistas, e que é a base para chegar ao ROI de divulgação espontânea, também!

Quem aí ainda usa centimetragem?

A centimetragem já ajudou muita empresa a chegar na equação “valor investido x resultados atingidos”. Como funciona? Ela pega a tabela de valores por espaço dos veículos, ou seja, se a matéria foi de duas colunas e meia página, é feito um cálculo de tamanho, e daí o nome centimetragem, e o valor é baseado na tabela de anúncios, para chegar ao valor que teria sido pago, caso aquele espaço fosse “comprado”. Como a divulgação foi espontânea, esse valor é contado como ROI.

Isso, obviamente, no caso de impressos. Em Rádio e TV, usa-se a minutagem, da mesma forma: quanto teria sido pago no caso daquele espaço ser comprado? Essa é a base do ROI. Hoje, ainda têm as redes sociais, e aí a coisa muda um pouquinho de figura, porque já usamos métricas como engajamento e público impactado.

A centimetragem caiu um pouco em desuso nos últimos tempos, exatamente pelo redesenho do mercado. Muitos veículos migraram do impresso para o online, as redes ganharam muita força e a criação de conteúdo começou a contar muito na interação com o público consumidor de informação. Ainda assim, tem muita gente que ainda aposta nos números como os únicos realmente confiáveis para chegar a uma conclusão do retorno sobre investimento.

Conta pra gente: você ainda usa a centimetragem ou ela é um bicho de sete cabeças na sua agência? Como você calcula o ROI das suas ações? Se precisar de ajudar para entender como medir resultados e como repassar isso em relatórios para seus clientes, é só chamar. Nossos especialistas estão prontos para buscar as melhores alternativas, que vão caber exatamente na sua necessidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *